Noticias | ELITE TENDÊNCIAS - O show-room da casa moderna!
Notícias e Dicas

Está com pressa para ter a sua casa pronta? O setor de construção, para driblar a falta de mão de obra e atender à demanda do mercado, começou a lançar mão de técnicas e materiais que aceleram este processo e, consequentemente, diminuem a ansiedade do comprador. Na Feira da Providência, que começou nesta quarta-feira e acontece até domingo, no Riocentro, a empresa Royal Brasil, do Rio Grande do Sul, propõe a montagem de residências e prédios de até quatro pavimentos numa velocidade até cinco vezes maior do que a usada a partir de métodos convencionais. O segredo do sucesso na montagem é o uso doe módulos de concreto PVC, que são leves e, por isso, não necessitam de equipamentos especiais, nem de muito esforço.

Esse tipo de imóvel pode ser uma alternativa permanente de moradia, mas também uma boa solução temporária de residência para moradores de regiões castigadas por enchentes e desabamentos. No evento, por exemplo, foi erguida uma moradia de 22 metros quadrados, com placas de PVC e preenchimento de concreto em apenas três horas. O custo do metro quadrado do imóvel é de R$ 650, o equivalente ao da moradia tradicional, com tijolos. Mas, além de proporcionar a construção de forma mais rápida, o diretor da Royal Brasil, Thiago Ferrare, acrescenta que o material usado é de mais fácil manutenção – para limpá-lo, basta água e sabão – e proporciona um melhor conforto térmico, já que o PVC não acumula o calor. As placas são semibrilhosas, o que as protege dos raios ultravioletas.

“A parte que mais envolve tempo na construção de uma casa é a parede. É ela que vai te proporcionar ou não conforto térmico, e acústico e que vai envolver o maior tempo de trabalho para ser erguida. Numa construção convencional, uma casa de 42 metros quadrados demora cerca de um mês para ser concluída”, diz Ferrare.

Já com placas de PVC, esta mesma moradia é finalizada em, no máximo, seis dias e com um número menor de operários, já que os materiais são de fácil transporte e montagem. No segmento de ‘Minha Casa, Minha Vida’, existem no Brasil aproximadamente 1800 casas construídas e em fase de construção. E o Rio também está investindo neste tipo de construção: já há casas em Teresópolis, Recreio dos Bandeirantes e Valença.

fonte: http://www.zap.com.br

Postado por Elite Tendências em 05/12/2011







1 - Inspire-se em cores como o branco, cru, creme, bege, azul, rosa, amarelo, verde e vermelho para animar a casa de uma ponta à outra… afinal de contas, é Verão!

2 - Substitua as cortinas mais pesadas por modelos airosos e transparentes ou semi-transparentes… ou então esqueça as cortinas por completo!

3 - Use e abuse dos objectos decorativos e funcionais em verga, ráfia, sisal, bambu e corda para um look descontraído e Verão total!

4 - Abra portas e janelas para permitir a comunhão do interior e do exterior e, se for necessário alterar a disposição do mobiliário para aproveitar ainda mais as vistas, faça-o…a isto chama-se decorar sem gastar muito.

5 - Verão é sinónimo de andar descalço, por isso, aproveite para lavar ou mandar lavar os tapetes e carpetes da casa e deixe o chão a nu – um truque de decoração instantâneo.

6 - Os têxteis – almofadas, toalhas, colchas e lençóis – devem ser brancos e/ou com motivos florais para uma verdadeira lufada de ar fresco dentro de portas.

7 - Aproveite a fruta da época para criar centros de mesa apelativos – ao paladar e aos olhos! Por exemplo, uma taça azul com limões ou um prato branco com pêssegos torna-se um apontamento de destaque em qualquer cozinha ou sala de jantar.

8 - Há quanto tempo anda com vontade de experimentar uma decoração náutica? Pois, faça-o, esta é a altura ideal!

9 - A decoração das mesas deve incidir sobre cores vibrantes e apelativas, ou seja, misture louça branca com colorido e padrões com lisos, para uma verdadeira festa de Verão sentada. Aproveite as flores da estação para criar arranjos simples e informais.

10 - No Verão, a tendência é passar mais tempo ao ar livre, o que significa que deve preparar o pátio ou a varanda para tardes solarengas e noites longas. Mas também pode fazer o inverso – trazer o exterior para o interior. Aproveitar as conchas que coleccionou à beira-mar ou então utilizar um regador em ferro ou latão para colocar um arranjo floral.

11 - Está na altura de renovar as fotografias dos passepartouts, substituindo-as por imagens tiradas noutros Verões, nas férias e viagens passadas. Porque não exibir também postais de locais que já teve o privilégio de visitar ou então de destinos de sonho?

12 - Coloque tochas ou lanternas à entrada de casa, nas janelas ou no pátio para criar um ambiente de beach party.

13 - Se tiver a sorte de ter uma piscina em casa, tire partido desse espaço único e decore-o com mobiliário de exterior convidativo, velas, uma iluminação nocturna original e convide os amigos para um delicioso churrasco.

14 - Rejuvenesça a sala de estar com coberturas de sofá em branco, com motivos florais ou riscas coloridas para um estilo cottage-chic. Se quiser criar um espaço ainda mais voltado para a praia, encoste uma prancha de surf num canto ou traga uma espreguiçadeira em verga para dentro de casa.

15 - Não há melhor altura do que o Verão para pintar paredes – com as portas e as janelas abertas, vai secar e arejar num instante – por isso inspire-se numa tonalidade fresca e transforme uma divisão inteira ou apenas uma parede para obter uma luminosidade instantânea.

16 - Troque os seus quadros e fotografias emolduradas por cenários de praia, campo, flores ou qualquer outra imagem que lhe faça lembrar o Verão: uma taça de gelado, pés descalços, pôr-do-sol…

Fonte: http://eudecoro.com/artigos/16-dicas-para-decoracao-verao

Postado por Elite Tendências em 22/11/2011







Para uma habitação com muito estilo, veja as dicas importantes de combinação de cores!

Ideia 1: Uma casa deve espelhar a família que lá vive, por isso, considere as suas cores preferidas. Um bom sítio para começar é no guarda-roupa. Inspire-se também na própria habitação – no interior, pode ir buscar ideias às cores e texturas já existentes na mobília, nos quadros, no chão, nas portas, nas maçanetas, nas pedras das bancas da cozinha e casa de banho; no exterior, procure inspiração naquilo que rodeia a casa – o jardim, as árvores ou as flores. O importante é escolher cores que gosta, com as quais se sente confortável e que invocam pensamentos positivos.

Ideia 2: Um trabalho de preparação requer sempre alguma pesquisa externa. Procure novas ideias e estilos, assim como as actuais tendências, em livros ou revistas dedicadas ao design de interiores e à decoração. Esteja atenta aos cenários da sua série preferida ou, quando for visitar amigos, veja com outros olhos a forma como apresentam a sua casa. Por fim, aconselhe-se na sua loja de tintas, afinal de contas são eles os verdadeiros profissionais da cor!

Ideia 3: Não descure a luz natural que preenche cada espaço. Se a divisão já recebe muito sol, opte por cores mais subtis; se, por outro lado, estiver à sombra grande parte do dia, escolha um tom mais forte, uma vez que os mais claros vão parecer exageradamente pálidos. A luz artificial também afecta as cores de um quarto, por isso, faça algumas experiências nesse sentido.

Ideia 4: É importante que a cor escolhida combine com a divisão da casa em questão. Ou seja, enquanto locais de convívio, a cozinha, a sala de estar e a sala de jantar requerem cores quentes e alegres – os amarelos, laranjas e vermelhos são cores que estimulam, são fontes de energia e de bem-estar. Por sua vez, as entradas, os corredores, os quartos e o escritório são espaços mais calmos, por isso, as cores frescas são as mais adequadas – os azuis, os verdes e os púrpuras transmitem paz e tranquilidade, criando ambientes de relaxamento. O branco, o preto e o cinza são cores intemporais: para além de equilibrarem qualquer ambiente, combinam com praticamente tudo!

Ideia 5: Apesar destas linhas orientadoras, não existem regras quanto à decoração. Pode perfeitamente utilizar uma cor quente no quarto e uma cor fresca na sala de estar, por exemplo. O mais importante é que goste e que a cor principal escolhida não fere a vista! As cores influenciam o nosso estado de espírito, por isso, avalie como é que se sente em cada divisão actualmente e como gostaria de se sentir. Por exemplo, os tons mais escuros conferem uma maior intimidade ao espaço, enquanto que os tons mais claros fazem uma divisão parecer maior.

Ideia 6: Escolhida a cor principal, há que combiná-la com outras! Se escolheu o verde, por exemplo, pode adicionar apontamentos em castanho e vermelho escuro, com recurso a tapetes, almofadas, cortinas, castiçais ou vasos, entre tantos outros objectos de decoração. Não trabalhe com mais de quatro cores – corre o risco de criar um ambiente caótico!

Dicas coloridas

  • As amostras de cor são uma boa base para iniciar a escolha da palete de cores para a sua decoração, mas não deve fazer decisões finais baseadas nas mesmas. O que parece no papel, pode não ser igual depois de pintada uma parede. Por isso, não há nada melhor do que pintar algumas partes da divisão que vai decorar com diferentes tons para ver, ao vivo, o que fica bem e quais as cores que realmente gosta. A maior vantagem da tinta é que se não gostarmos ou, se passado algum tempo nos cansarmos da cor eleita, podemos pintar por cima!
  • No entanto, guarde as amostras finais – vão ser úteis para quando fizer compras para o novo quarto ou sala, ajudando a combinar, na perfeição, os diferentes artigos que vão compor o espaço.
  • Para além de escolher a cor de uma tinta, decidir se quer um acabamento matte ou com brilho também é muito importante. Como o próprio nome indica, um acabamento com brilho confere ao espaço um ar mais dramático e mais brilhante, na medida em que reflecte mais luz. O matte é menos dramático, mas a sua simplicidade concede uma elegância ímpar a qualquer divisão.
  • Existem pequenos truques que podem aumentar ou diminuir qualquer espaço da casa: se quiser que a sua casa de banho pareça maior, pinte o tecto da mesma cor das paredes; se tiver um quarto enorme e quiser torná-lo mais aconchegante, pinte o tecto com um tom mais escuro do que aquele que escolheu para as paredes.
  • Quando a paleta para a sua decoração incluir mais que uma cor, é importante distribui-las proporcionalmente: a cor principal deve ocupar cerca de 60% da divisão e a cor secundária, 30%. Os restantes 10% devem ser preenchidos com um tom complementar, mais escuro ou mais claro.
  • Outra opção, muita procurada actualmente, é o papel de parede. Com uma variedade de cores, texturas e padrões por onde escolher, é uma solução original para renovar quatro ou apenas uma parede.
  • No que toca a cores, as tendências para 2008 destacam o castanho, amarelo, verde, azul e laranja, sempre muito bem acompanhados dos clássicos branco, preto e cinza.

Fonte: http://eudecoro.com/artigos/decoracao-mundo-cor

Postado por Elite Tendências em 03/11/2011







Como decorar um quarto de criança?

Esta é uma pergunta que quase todos já colocámos e nem sempre conseguimos obter uma boa resposta.

Ora, um quarto de criança deve ser decorado de forma a adaptar-se com facilidade às diferentes etapas do crescimento da criança.

A escolha da cor base deverá ser uma cor neutra, como o branco, assim durante as etapas de crescimento e desenvolvimento da criança basta comprar acessórios com as cores indicadas às suas necessidades para que tenha o quarto decorado de forma agradável e estimulante para a criança sem ter de gastar uma “pipa de massa”! 

Etapas de crescimento das crianças:

0 a 2 anos – O essencial para o quarto do bebe é o berço, cómoda (para ser utilizada como trocador e guarda-roupa) uma poltrona para amamentar, cesta para suporte, lixeira e uma iluminação adequada.

2 a 7 anos – O ambiente deve incentivar e motivar o desenvolvimento mental da criança. Habilitar o espaço com um local para o descanso, outro para as brincadeiras e uma área para guardar os brinquedos é uma forma de ensinar-lhe, desde pequeno, a se organizar.

7 a 9 anos – Aqui uma área para o trabalho é essencial. Uma escrivaninha em lugar bem iluminado, de preferência  junto à janela, mesmo que não tenha luz natural.

Fonte: http://decoracaofacil.com

Postado por Elite Tendências em 10/10/2011







É inegável que, nos últimos anos, houve um enorme aumento de interesse pela arquitetura de interiores.

E refiro-me ao interesse geral, das pessoas “comuns”, que querem deixar suas casas mais bonitas, aconchegantes ou funcionais.

O acesso a mais informações e a diferentes produtos dá um novo caminho ao design e aos profissionais.

 

Varandas Especiais

Varandas Especiais

Para exemplificar: inicialmente tínhamos a febre dos home-theaters em todas as casas. Agora, temos o espaço gourmet e os banheiros com tendências de spa. As adegas e charutarias também vêm tomando força no cotidiano do lar.

Essa nova maneira de ver a casa transformou o modo de viver das pessoas. Fizemos do nosso lar um lugar para receber e celebrar amigos (claro que, infelizmente, influenciados também pela violência urbana).

Se você quer dar uma nova cara à varanda da sua casa, priorize a iluminação mais cênica e trabalhe com cores âmbar, elas podem dar o clima ideal para uma noite quente de verão.

Além disso, abuse das plantas e dos espaços para conversação. Seus amigos vão adorar.

Fonte: http://artezanalnet.com.br/blog/?p=5

Postado por Elite Tendências em 23/09/2011






Onde Estamos?

 

Valinhos - SP


Jundiaí - SP

 

 

Tendências

 

Portas e Janelas em PVC

© Copyright 2009-2020, elite tendências - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por COMUNICAR360.COM